17Outubro2018

Giro
Você está aqui: Início Notícias Verdão desfalcado, Santos inteiro: contraste no clássico do Pacaembu
25 Agosto 2012 Escrito por 

Verdão desfalcado, Santos inteiro: contraste no clássico do Pacaembu

Coloque na balança: de um lado, um grupo com 11 desfalques, rondando a zona de rebaixamento, com problemas até para completar o banco de reservas, mas que costuma ir bem demais contra o rival. De outro, uma equipe completa e com seu principal jogador, o melhor da América do Sul na atualidade, mas que não tem tanto sucesso contra esse adversário específico. No fim das contas, o Palmeiras x Santos deste sábado, às 18h30m (horário de Brasília), no Pacaembu, terá o equilíbrio de sempre. Se os alvinegros têm mais armas no momento, os alviverdes têm favorável histórico recente.

O jogo é válido pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, e as duas equipes estão mordidas, querendo reação após as conquistas do primeiro semestre. O Palmeiras, 16 pontos, é o atual campeão da Copa do Brasil. Mesmo assim, Felipão quebra a cabeça para driblar as lesões e escalar um time capaz de ser competitivo. O Santos, 23 pontos, iniciou sua reação após o retorno de Neymar, que faz toda a diferença. O Verdão só quer um fim de ano tranquilo, enquanto o Peixe corre por uma vaga na Libertadores, que o rival já tem.

Felipão não terá dez jogadores lesionados, incluindo os titulares Artur e Marcos Assunção, mais um suspenso, o zagueiro Thiago Heleno. Mas a história joga a favor. Nos últimos dez anos, 14 vitórias em 31 clássicos, contra apenas nove do Santos. Sem contar os confrontos mais recentes – vitória de virada no aniversário de Neymar, 3 a 0 incontestável no Pacaembu, e golaço de Kleber na Vila Belmiro. Muricy só venceu uma vez o Palmeiras, em 2011: 1 a 0, gol de Borges.

Se o Verdão chega para o clássico esfacelado, o Santos vive exatamente situação oposta. Depois da eliminação na Libertadores, o time encaixa a melhor sequência de bons resultados: são cinco jogos sem perder, com três vitórias e dois empates. O rendimento elevado tem explicação. Sem novas lesões e desfalques por cartões, Muricy Ramalho tem conseguido repetir praticamente todo o time nas partidas.

Fundamental para a reviravolta da equipe, Neymar vem fazendo a diferença e ganha cada vez mais entrosamento com o novo quarteto ofensivo formado por ele, Paulo Henrique Ganso, Patito Rodriguez e André.

Fonte: g1.globo.com



Christian Rodrigues

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

CaldasWeb, o portal sobre Caldas Novas com notícias e artigos, visando a informação para os leitores de nosso site. Contendo também os principais eventos, além claro, de um guia com empresas, telefones e muito mais, tudo para sua melhor leitura e comodidade.

Mídias Sociais

Fique sempre atualizado