24Junho2018

Giro
Você está aqui: Início Notícias A cidade das Águas Quentes completou 101 anos
22 Outubro 2012 Escrito por 

A cidade das Águas Quentes completou 101 anos

A cidade de Caldas Novas completou 101 anos ontem (21). Em comemoração ao aniversário do município a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, realizaram um desfile com a temática “História e Vida da saudosa Silvânia Fernandes”. O evento, que aconteceu na avenida Orcalino Santos/Centro (em frente à prefeitura), contou com a presença do prefeito Ney Gonçalves de Sousa; a primeira dama, Eterna Maria; o secretário Municipal de Educação, Murilo Henrique de Almeida; vereadores e centenas de pessoas da sociedade.

No desfile houve apresentação da banda do Instituto Educando Pela Arte (IEPA) e das escolas municipais e estaduais que representaram os projetos da homenageada, ex-vereadora Silvânia Fernandes (que morreu de câncer em 29 de junho de 2011) que ajudou, incentivou e colaborou para a sociedade de Caldas Novas. As escolas representaram programas voltados para educação de jovens e adultos, esporte, arte e cultura, erradicação do trabalho infantil, saúde, valorização da mulher, movimento de mulheres contra o câncer, jovens profissionais, programa contra ao abuso sexual em crianças e adolescentes, proteção a natureza, incentivo ao amor pelos livros, conhecimento e cultura e obras de solidariedade.

Houve também a apresentação de uma orquestra de violeiros com a apresentação da música “Coração da Pátria”, com direito ao toque de berrante.

História de Caldas Novas

A cidade de Caldas Novas nasceu sob a égide do solo santacruzano em dias do século XIX. Era filha da dama do sul goiano, Santa Cruz de Goyaz, que foi capital administrativa da Província goiana. O povoado de Caldas Novas somente veio a se consolidar, em 1850, quando Luiz Gonzaga de Menezes e Domingos José Ribeiro, que eram proprietários da Fazenda, na jurisdição de Santa Cruz de Goyaz, doaram os terrenos onde se achavam as fontes termais, para a constituição do patrimônio para a construção da Igreja de Nossa Senhora do Desterro. Em torno da Igreja aglomeraram-se os moradores do povoado do Quilombo e do antigo arraial de Caldas Novas, elevado à condição de freguesia em 1853, sendo o primeiro vigário o cônego José Olinto da Silva. Pertenceu ao julgado de Santa Cruz até 1880, quando anexada ao município de Vila Bela de Morrinhos. Por meio da Lei Estadual n.o 393 de 05 de julho de 1911, Caldas Novas foi elevada à condição de vila, tornando-se cidade em 21 de junho de 1923.

Fonte: jornalcnn.com.br



Christian Rodrigues

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

CaldasWeb, o portal sobre Caldas Novas com notícias e artigos, visando a informação para os leitores de nosso site. Contendo também os principais eventos, além claro, de um guia com empresas, telefones e muito mais, tudo para sua melhor leitura e comodidade.

Mídias Sociais

Fique sempre atualizado